Temer diz que vai tratar com Dilma sobre caso da Argentina

O prejuízo causado pelo bloqueio da Argentina ao calçado e outros produtos brasileiros, que já se aproxima de R$ 30 milhões neste ano, foi tema de encontro de lideranças empresariais e políticas com o vice-presidente da República na manhã desta quinta-feira, em Porto Alegre. Aproveitando visita de Michel Temer à Assembléia Legislativa, um grupo de deputados conseguiu que o vice concedesse uma rápida audiência para ouvir as reivindicações.

O encontro ocorreu por iniciativa de três deputados que representam cidades produtoras de calçados: Alvaro Boéssio (PMDB), João Fischer (PP) e Giovani Feltes (PMDB). Junto com eles, participaram do encontro o presidente da Associação Comercial e Industrial de Novo Hamburgo, Estância Velha e Campo Bom, Marcelo Clarck Alves e a diretora de uma das maiores empresas calçadistas exportadoras para Argentina, Micheline Grings. Eles cobraram do vice-presidente da República ações concretas do governo federal em relação ao embargo argentino contra os produtos brasileiros, em especial aos calçados. Já são mais de 850 mil pares de sapato à espera de autorização para ingresso no país vizinho, que correm o risco de se tornarem obsoletos, caso não consigam entrar a tempo de serem distribuídos e comercializados no natal.

Segundo os parlamentares, o governo brasileiro precisa agir com rigor e adotar represálias para forçar a liberação dos produtos brasileiros e ajudar na preservação de milhares de empregos, em especial dos gaúchos, que correm o risco caso a situação não seja resolvida. Além dos calçados, móveis, tecidos, alimentos e produtos metal mecânicos também sofrem restrições do país vizinho. Michel Temer garantiu que irá tratar do assunto pessoalmente com a presidente Dilma. Além disso, como presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Setores Calçadista e Moveleiro, o deputado João Fischer encaminho pedido de audiência ao governo Argentino, para tratar diretamente da liberação dos produtos retidos.

 

O assunto seguirá na pauta de lideranças empresarias e políticas na manhã desta sexta-feira, quando a Associação Brasileira da Indústria Calçadista promoverá reunião com prefeitos e presidentes de câmaras de vereadores. O encontro, marcado para a sede da Abicalçados, em Novo Hamburgo, tem como objetivo mobilizar os mandatários municipais das cidades produtoras de calçados para que apóiem com maior ênfase a cobrança de ações do governo Federal contra a Argentina.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *