Vitória do movimento sindical e dos trabalhadores

O presidente do Sindicato dos Sapateiros de Parobé, João Nadir Pires considera que o recuo do governo federal na votação do projeto de Reforma da Previdência é uma vitória do movimento sindical e dos trabalhadores.

-Graças a pressão do movimento sindical, das centrais e sindicatos nos deputados, o governo recuou e anunciou que não vai mais votar a reforma da previdência”, diz.

-Nossa pressão fez a diferença,  mas não podemos esmorecer e imaginar que a proposta será engavetada. É preciso ficar de olho!

A última manifestação conjunta das centrais sindicais contra o projeto de reforma da presidência do governo Temer aconteceu nas capitais no último dia 19 de fevereiro.

-Realizamos atos e manifestações de protesto permanentes em locais de grande movimento, onde circulam os deputados federais, e especialmente aqueles que já prejudicaram os trabalhadores na aprovação da Reforma Trabalhista. Conseguimos com que alguns recuassem e em consequência o governo não teve o número suficiente de parlamentares para votar o projeto”, destaca João Pires.

Além de pressionar diretamente os parlamentares em suas bases eleitorais o movimento sindical espalhou cartazes, placas e painéis com as fotos dos parlamentares que já haviam votado a favor do governo a Reforma Trabalhista.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *