Parabéns, Parobé!

Seus primeiros povos foram os indígenas, mais especificamente nômades que sempre se locomoviam pelas matas da região, variava de acordo com o alimento encontrado. Outros moravam em cavernas nos morros ou em cabanas. No fim do século XVIII chegaram os primeiros povos brancos, sendo os imigrantes portugueses e os luso-brasileiros de cidades conhecidas como Viamão e Santo Antônio da Patrulha. Surgiu do desmembramento da Fazenda José Martins na segunda metade do século XIX. A sua grande propriedade recebia o nome de Nossa Senhora da Conceição do Funil, devido ao Arroio Funil, que até hoje passa ao oeste da cidade. Sua influência alemã na cidade se dá por conta das famílias da cidade de Taquara que também passaram a habitar a vila na época e vieram juntamente com Tristão Monteiro no ano de 1846 para comprar as terras. Em 1908, Parobé elevou oficialmente a categoria de 3º Distrito de Taquara.

Recebeu seu nome em homenagem ao então secretário de Obras do Estado, engenheiro João José Pereira Parobé, que foi responsável pela construção de uma estrada de ferro levando seu nome em 1903, que passava no município. A cidade começou a se formar em torno dela, a Estação Parobé foi aberta em 1903 em terras de João Mosmann, onde a estrada de ferro passava ao meio de suas propriedades. Atualmente, a estação é um museu e está localizado na praça central da cidade, 1º de Maio. Em 1906 foram instalados Cartório e Registro Civil e em 1908, Parobé foi elevada ao 3º Distrito de Taquara.

Em 1980, após o descontentamento de grande parte da população da vila que estava a crescer em demasia devido aindústria calçadista nos anos 70 que se expandia cada vez com exportações e novos empregos, fazendo com que Taquara já não tivesse mais condições de suprir as necessidades de moradia, bancos, telefones, rede de água, pavimentação e escolas, formou-se uma comissão emancipacionista para tornar Parobé independente do município. Em 25 de novembro de1981 foi aprovado o pedido de emancipação e 1982 emancipou-se de Taquara, sancionado pelo governador Amaral de Sousa em 1º de Maio daquele ano.

Fonte: Wikipédia

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *