Emoção e comemoração marcam os 70 anos da CNTI

Mais de 700 pessoas ligadas ao meio sindical participaram do evento em Luziânia/GO

Durante quatro dias intensos de programação, o 9º Congresso  Nacional Dos Trabalhadores na Indústria do Plano da CNTI (Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria) reuniu mais de 700 participantes e grandes personalidades sindicais. O evento aconteceu em Luziânia/GO, entre os dias 23 e 26 de outubro, comemorando em paralelo os 70 anos da CNTI.

Na abertura oficial do evento as manifestações apreensivas em relação ao grave momento de crise que atinge o país marcaram a solenidade. Após, a programação contou com diversas atividades que instigassem os participantes, diferentes adversidades foram colocadas em debates para que novas soluções pudessem ser apresentadas.

Os participantes foram divididos em grupos específicos para discussão de problemas que atingem cada setor industrial. As categorias se classificaram como: Indústria de jóias, vidros e cristais, instrumentos musicais, brinquedos e químicos;  Indústria da alimentação, gráficos e metalúrgicos; Indústria de artefatos de borracha; Indústria da construção e mobiliário; Indústria de móveis; Indústria do papel; Indústria do vestuário e couro; Indústrias extrativas; Indústria de fiação e tecelagem; Indústrias urbanas.

Foram dois dias de debates, os congressistas definiram propostas e sugestões a serem incluídas no relatório geral do 9º Congresso da CNTI e nos documentos específicos. As discussões foram acompanhadas e orientadas por técnicos do Dieese. Esses documentos servirão para subsidiar as ações da Confederação junto às instâncias de governo.

Cada grupo era representado por uma plenária, eleita pelos próprios participantes. No maior grupo, indústria do vestuário e couro, o coordenador de plenária escolhido foi João Pires, Presidente do Sindicato dos Sapateiros de Parobé. “É extremamente gratificante poder representar cada um dos trabalhadores deste segmento. Esse momento é muito importe, pois daqui irão surgir novos debates e a partir deles novas idéias para tornarmos esse setor ainda mais produtivo” destacou Pires.

Após os debates em grupo os participantes foram direcionados para palestras. Intitulada de  “Relação capital x trabalho e Previdência”, o debate foi ministrado pelo  desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 10º Região – Distrito Federal e Tocantins, Grijalbo Fernandes Coutinho e por Márcio Túlio Viana, desembargador aposentado do TRT 3º Região – Minas Gerais, pós-doutor em Direito pela Universidade de Roma. Segundo Viana, quanto mais se flexibiliza a legislação trabalhista, mais dura ela se torna para o trabalhador e mais rígida é a reação do movimento sindical.

“À primeira vista, a Justiça do Trabalho é democrática, mas a realidade pode não ser exatamente essa. A própria legislação trabalhista tem coisas que não vemos, ou vemos, mas interpretamos de forma diferente”, disse. Além da previdência, diferentes temas foram abordados no congresso, entre eles: conjuntura atual e seus impactos no sindicalismo; estrutura sindical e seu custeio; relação entre capital e trabalho; igualdade de oportunidades e discriminação; e meio ambiente que, por suas peculiaridades.

O último dia de congresso foi marcado pela grande comemoração dos 70 anos da CNTI, diversas homenagens foram prestadas a entidade. O presidente, José Calixto Gomes, agradeceu a todos os presentes e destacou a trajetória da CNTI. “Esse é um grande marco na história dos trabalhadores do Brasil, pois se estamos completando 70 anos de luta é porque nossos esforços estão sendo vistos por todos neste país. A cada dia é uma nova batalha que se inicia, e sem o apoio de cada um que já passou pela CNTI não estaríamos comemorando hoje. Apenas posso agradecer há todos que fizeram ou fazem parte desta linda história” destacou o presidente.

 

Mais sobre o evento:

O 9º Congresso Nacional dos Trabalhadores na Indústria do Plano da CNT é um dos maiores eventos sindicais do Brasil. No ano de 2016, mais de 700 trabalhadores estiveram no Centro de Treinamento Educacional, em Luziânia (GO). Líderes sindicais, de todos os estados brasileiros estiveram. Além de debates e palestras os participantes também desfrutar da mostra de cultura, com comidas, trajes, músicas e diversos itens típicos de cada estado e região do Brasil.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *