Inserção de mulheres no mercado de trabalho cresce em Porto Alegre

O DIEESE, a Fundação Seade e parceiros regionais divulgaram na última semana, estudos sobre a inserção das mulheres no mercado de trabalho. Entre 2014 e 2015, a proporção de mulheres com 10 anos ou mais inseridas no mercado de trabalho decresceu em Fortaleza e Salvador, registrou crescimento em Porto Alegre e pequena oscilação positiva em São Paulo.

Em 2015, apenas Salvador (+0,1%) manteve relativa estabilidade nos rendimentos médios reais auferidos pelas mulheres. Nas demais regiões, os rendimentos médios declinaram entre elas: São Paulo (-6,0%), Porto Alegre (-1,9%) e, em menor intensidade, Fortaleza (-0,5%). Ainda que a presença das mulheres no mercado de trabalho seja inferior à dos homens, elas constituem importante parcela da força de trabalho da região, representando 45,1% de toda a força de trabalho da RMF.

Na região metropolitana de Porto Alegre, entre 2014 e 2015, o nível de ocupação apresentou comportamento desfavorável para ambos os sexos, tendo registrado retração de 1,7% e perda de 31 mil postos de trabalho.  A taxa de desemprego total das mulheres aumentou de 6,6% em 2014 para 9,1% da PEA feminina em 2015. O total de ocupados, em 2015, foi estimado em 1.769 mil pessoas, sendo 46,2% de mulheres, e 53,8%, de homens.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *