Centrais Sindicais ocupam Brasília, em defesa dos direitos dos trabalhadores

Enquanto  na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado o relator do projeto de reforma trabalhista (PLC 38/2017), Senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) reafirmou ontem (23) que vai apresentar seu relatório favorável à proposta independente da crise instalada no país, trabalhadores e representantes sindicais de todo o país, contrários à proposta, ocupam Brasília nesta quarta (24).

O Sindicato dos Sapateiros de Parobé está presente com uma delegação de grande representatividade, ao lado de dirigentes e trabalhadores de outros setores da população. “Acompanhamos este momento importante para todos os trabalhadores, na defesa dos nossos direitos”, relata o presidente do sindicato, João Pires.

É um dos maiores movimentos já vistos na capital federal. A luta é pela preservação dos direitos dos trabalhadores, pela renúncia do presidente ilegítimo Temer e pela aprovação de emenda constitucional que prevê eleições diretas e gerais, já!

O relator da proposta no Senado Federal disse ontem que possíveis mudanças no texto serão feitas por Medida Provisória, mas ninguém acredita mais nas palavras deste governo. A votação vai ser a toque de caixa. Segundo ele, não há crise no Senado. Ontem, a sessão da CAE no Senado Federal que iria votar o projeto foi suspensa, por pressão dos sindicalistas e senadores da oposição.

Hoje, a CAE tentará votar novamente o projeto de reforma trabalhista.

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *