Calçados Sellecto encerra atividades sem condições de pagar funcionários

A empresa alegou falência,onde mais de 130 funcionários foram demitidos

O município de Parobé passa por mais uma perda grande no setor calçadista, mais uma fábrica de calçados encerrou suas atividades.  A decisão foi uma surpresa para toda a população do município e região, pois a empresa foi uma das primeiras do setor calçadista em Parobé.

Mais de 130 funcionários foram desligados da empresa Sellecto, também conhecida por seu antigo nome Calçados Valéria.  Os trabalhadores buscaram apoio e seus direitos no Sindicato dos Sapateiros, onde se reuniram para esclarecimentos das próximas atitudes. Após o anúncio da empresa, o Sindicato cobrou posicionamento da mesma, para pagamentos de rescisões, férias, salários do mês e todo os direitos assegurados pela lei. No entanto, a empresa Sellecto alegou não ter dinheiro para pagar os funcionários.

O Presidente do Sindicato, João Pires, disse que a situação é preocupante. “O número de trabalhadores desempregados devido ao fechamento da Sellecto é desanimador, principalmente porque a empresa não tem como pagar seus funcionários.  Quase 150 pessoas estão desempregadas e sem perspectiva de receber o que é delas por direito. Já encaminhamos todos os processos trabalhistas para que todos tenham no mínimo segurança financeira neste momento”, esclareceu Pires.

Com o fechamento de mais uma empresa calçadista em Parobé, João Pires, destacou a vinda da empresa Usaflex para o município. “Contamos com um grande número de pessoas qualificadas que estão desempregadas atualmente, e esse número tente a aumentar. Hoje, mais do que nunca, contamos com a vinda da Usaflex para Parobé. Esperamos contar também com a permanência das empresas que já estão instaladas aqui, para empregar toda essa mão de obra” finalizou Pires.

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *